Médicos não concordam com darwinismo

9/05/06

Pesquisa recente nos EUA revela que 60% dos médicos expressam ceticismo quanto ao darwinismo. Detalhe importante é que uma porcentagem significante não são cristãos, evidenciando que suas dúvidas vão além de pura convicção religiosa, ao contrário das proclamações dos críticos.

Dia após dia aumenta o número de profissionais e cientistas que se atrevem a desafiar o status quo e manifestam sua discordância da teoria darwinista. A evidência simplesmente não está do lado do darwinismo e, felizmente, o ambiente esta mudando de maneira a permitir que se possa questionar e debater a teoria nos seus méritos científicos.

Os darwinistas querem convencer a população de que a teoria é um fato mas a evidência é complicada demais para que leigos possam entender, ao mesmo tempo em que se esquivam do debate com outros cientistas que discordam de suas posições.

Alguns deles decidiram fazer públicas suas idéias e criaram um web site:

Doctors Deny Darwin

Leia mais (em inglês) nos links abaixo:

New Darwin Dissent List for the 60% of U.S. Doctors Skeptical of Darwinian Evolution

Physicians and Surgeons for Scientific Integrity

Lista similar foi publicada no passado, e continua crescendo, constando de cientistas que possuem doutorado e tem restrições contra o darwinismo:

A Scientific Dissent From Darwinism

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: